Ir em baixo
avatar
Admin
Mensagens : 16
Data de inscrição : 21/11/2018
Ver perfil do usuáriohttp://aeromaker.forumeiros.com

Lipo estufada o que fazer? Empty Lipo estufada o que fazer?

em Qui Dez 13, 2018 11:06 am
Você sabia que denominamos bateria ao conjunto de pilhas associadas em série ou
paralelo? Dessa forma, podemos dizer que bateria é o coletivo de pilhas, assim como cabo é o
coletivo de fios. Uma pilha igual a pilha, duas pilhas ou mais igual a bateria. As baterias
denominadas LiPO são constituídas de um composto químico de Polímero de Lítium.
Ao contrário do que parece, a gravidez de uma bateria LiPO (inchaço) não significa que
ela terá uma bateria menor depois de alguns meses, de 800mA por exemplo e, sim que a vida
útil dela está chegando ao fim. Você certamente encontrará vários posts por aí ensinando
técnicas para desinchá-la. Recomendamos que você abandone todas essas teorias e descarte
sua bateria LiPO, pois o risco não compensa.
Isso se dá não somente pelo fim de sua vida útil, mas em função dos cuidados que ela
recebe durante a vida. Uma pessoa que fuma pode ter uma doença pulmonar e morrer aos
cinquenta anos, quando em condições normais poderia ter vivido até os oitenta anos, por
exemplo.
Por analogia, os cuidados que a bateria recebe durante sua vida implicarão, sem
sombra de dúvida, em sua longevidade. Mas lembre-se, tudo nessa vida tem um tempo útil.
Uma bateria não é para todo o sempre. Um dia ela vai acabar mesmo. Aprenda como não
antecipar essa data:

1 – Aspectos construtivos.

As baterias LiPO são normalmente constituídas de um corpo e dois conjuntos de cabos,
sendo um de potência e outro de balanceamento. Conforme o número de células que ela
possuir, maior será o conjunto de cabos de balanceamento, pois para cada célula haverá um
cabo de associado. Veja a figura 1.
Lipo estufada o que fazer? Lipo-010
Figura 1 – Aspectos físicos de uma bateria LiPO

2 – Associação das células de uma LiPO.
As células das baterias LiPO são normalmente associadas em um circuito tipo série.
Esse tipo de associação tem como característica uma elevação da tensão mantendo a
capacidade de corrente. Por isso quanto mais “S” tem uma bateria maior é sua tensão
nominal, ou seja, três células de 800mA associadas em série apresentarão como resultado uma
bateria de 800mA mas com tensão nominal de 11,1V, como verá mais abaixo. Chamamos
tensão nominal porque sob condições de carga e descarga ela apresentará variações de
tensão. O valor nominal é um valor de referência.
As baterias LiPO são compostas de um conjunto de células chamadas “S” que possuem
uma tensão nominal de 3,7V cada e uma capacidade de corrente variável. Não
necessariamente ela é composta de um conjunto dessas células, podendo apresentar-se com
apenas uma única célula. Mesmo assim são conhecidas como “Bateria”. Dessa forma temos
as seguintes variações disponíveis no mercado:
1S = 3,7V 2S = 7,4V 3S = 11,1V 4S = 14,8V 5S = 18,5V 6S = 22,2V
Esses são os valores mais comuns de serem encontrados no mercado, mas pode ser
que haja alguma outra associação dessas células resultando em um conjunto acima de 6S.
Com o tempo e aumento de sua experiência verá que é possível associar duas baterias ou mais
em série ou paralelo para se atingir um determinado objetivo, por exemplo:
1 – Com duas baterias 2S associadas em série você passa a ter uma 4S e,
consequentemente deixa de ter 7,4V passando a contar com 14,8V, mas mantém a capacidade
de corrente inicial de cada bateria. As correntes não se somam nessa associação tipo série.
2 – Com duas baterias de 1000mA associadas em paralelo você passa a ter uma bateria
de 2000mA e mantém a tensão equivalente a de uma única bateria associada, por exemplo
7,4V.
Esse tipo de associação não é recomendado, exceto se você possuir conhecimentos em
eletricidade para ajudá-lo a gerir as características dessas associações com segurança.


3 – Cuidados com as baterias LiPO.

O composto químico dessas baterias é extremamente perigoso. Essas baterias não
podem ser expostas ao fogo, a fontes de calor, a curto circuito ou perfuradas como, aliás, a
maioria das baterias, sob risco de explosão ou incêndio. Uma forma de desacelerar as reações
químicas que ocorrem em seu interior é guardá-las na geladeira, em um recipiente apropriado,
durante o período de armazenamento, já que à temperatura ambiente ela reage naturalmente
os compostos internos. A baixa temperatura não impede as reações, mas as desacelera, pois
torna o composto mais estável quimicamente. Veja a figura 2 a seguir sobre o
acondicionamento e armazenamento em geladeira:

Lipo estufada o que fazer? Lipo-011
4 – Sua utilização requer cuidados.

Utilizar uma bateria de longe é uma tarefa complexa, exceto se ela for uma LiPO. As
baterias LiPO trazem em seu rótulo outras informações que não somente a tensão nominal e a
quantidade de células contidas em seu interior. Elas também informam a máxima capacidade
de descarga e recarga que o conjunto pode suportar. Você encontrará sempre um número
sucedido da letra “C”. É a esse valor que você também deve atentar-se ao utilizar a bateria ou
quando for adquirir uma nova. Vejamos esse exemplo: 
  Lipo estufada o que fazer? Lipo-012

A figura 3 apresenta uma bateria LiPO de 2200mA 3S e 25C. O que será que isso quer
dizer?
1 – Bem, 2200mA é a capacidade de corrente que essa bateria pode fornecer ao
dispositivo consumidor, chamado de carga, em um determinado espaço de tempo, um motor,
por exemplo. Também dizemos que 2200mA equivale a 2,2A.
2 – A indicação 3S significa a quantidade de células contidas na associação dessa
bateria. No caso do exemplo da figura 3 a bateria possui três células, o que nos informa que
sua tensão nominal é de 11,1V, conforme exposto acima. Alguns fabricantes, como o do
exemplo acima, informam o valor de células diretamente 3CELL e o valor da tensão 11,1V.
3 – A indicação 25C diz que essa bateria é capaz de fornecer, em descarga, vinte e
cinco vezes a sua corrente nominal, geralmente em um pico de trinta a sessenta segundos, ou
seja, 55000mA ou 55A. Isso também quer dizer que, durante o processo de recarga essa
bateria não deve receber mais que 55000mA ou 55A. Se você for utilizar um motor que
necessite de 60A, por exemplo, essa sem dúvida não será a bateria mais indicada para o seu
caso.


5 – Armazenamento.


Sem dúvida um dos assuntos mais polêmicos e controversos que envolvem baterias
LiPO é o armazenamento. Vamos tentar orientá-lo quanto aos procedimentos para o
armazenamento seguro de sua bateria LiPO.
Baterias LiPO não devem ser armazenadas completamente recarregadas, nem
descarregadas. Normalmente os recarregadores de bateria LiPO possuem um modo chamado
Storage, que em português significa armazenamento. É nesse modo que você deverá conectar
sua bateria antes de armazená-la por um longo período de tempo. Nesse modo o
recarregador limitará a tensão de sua bateria entre 3,7V a 3,85V, variando conforme o
fabricante. Há recarregadores em que você tem a opção de escolher essa tensão enquanto
que aparelhos mais simples já possuem um valor predefinido. Uma informação importante é
que o processo de reação química acontece dentro da bateria ininterruptamente, o que você
pode comprovar facilmente medindo a tensão da bateria após ela ter sido recarregada no
modo Storage, por exemplo. Verá que a tensão aumenta sozinha de um dia para o outro, ou
em períodos maiores, como também pode abaixar. O que eu recomendo é que você repita a
operação Storage ao menos uma vez por mês se mantiver sua bateria por períodos superiores
a esse tempo em repouso e armazene-as em um recipiente e as coloque na geladeira,
conforme já dito anteriormente.
Uma bateria LiPO não deve ficar parada, sem utilização por períodos superiores a uma
semana, seja recarregada ou descarregada. Isso pode custar a vida de sua bateria. Sempre
que isso for ocorrer, recarregue-a em modo Storage e então a armazene. Elas devem ficar em
locais frescos e arejados e sempre fora do alcance de crianças ou animais.


6 – Descarte.


O descarte de uma bateria LiPO necessita de alguns procedimentos de segurança, já
que essas baterias apresentam grande risco de explosão e incêndio se perfuradas, aquecidas
ou se expostas a condições de curto-circuito.
Para descartar sua LiPO de forma segura proceda da seguinte forma:
1 – Com o auxílio de um estilete, remova cuidadosamente o revestimento de sua
bateria até as células se tornarem expostas.

Lipo estufada o que fazer? Lipo-04

2 – Com o auxílio de um alicate de corte e, de maneira sempre cuidadosa e individual,
corte todos os cabos de sua bateria, um de cada vez, repito e guarde-os, pois podem lhe ser
útil ou a algum amigo no futuro, tanto os cabos de potência quanto os de balanceamento e
seus conectores.

Lipo estufada o que fazer? Lipo-05
3 – Em uma vasilha de sorvete, por exemplo, coloque água até pouco acima do meio, o
suficiente para você mergulhar e manter submersa a sua bateria e dilua nessa água duas
colheres das de sopa de sal de cozinha misturando bem até tornar a mistura homogênea.
Lipo estufada o que fazer? Lipo-06
4 – Deposite a bateria no interior desse composto e deixe repousar por cerca de vinte
e quatro horas em local arejado, longe do alcance de crianças ou animais. Você observará que
bolhas se formarão no interior do composto e que uma substância sólida começará a se
formar nos arredores da bateria. O composto água e sal torna a mistura condutiva
eletricamente e pela água circulará uma corrente elétrica pequena que fará uma descarga
lenta e contínua até o esgotamento da bateria.

Lipo estufada o que fazer? Lipo-07
Lipo estufada o que fazer? Lipo-08

5 – Após decorridas aproximadamente vinte e quatro horas, talvez um pouco mais ou
um pouco menos, você notará que não se formam mais bolhas. Nesse momento sua bateria já
se encontrará totalmente descarregada e não mais apresentará riscos de explosão. Pode
retirá-la dessa substância, aguardar secar e conduzi-la a um daqueles locais como farmácia ou
supermercados que recebem baterias para reciclagem. Os resíduos da substância podem ser
descartados na rede de esgoto doméstico. Confesso que eu ainda a deixo no interior do banho
por mais vinte e quatro horas após a estabilização total, por segurança.
Lembre-se que o seguro morreu de velho e que o prevenido foi ao enterro do seguro...
Caso tenha alguma informação complementar ou ainda reste alguma dúvida, gentileza
entrar em contato conosco através do formulário no link Fale Conosco no site
www.ventonortebh.com.br.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum